Sinta-se em casa!

Entre e deixe a porta aberta.
Aguenta firme que vou ali pegar uma breja.

9 de dez de 2008

Ao desconhecido.

Tentei começar sem rodeios.
Com palavras fáceis e o mais puro sentimento.
Juntei a boa vontade e a necessidade de colocar um juízo.
Mas o medo assolou o pensamento.
Palavras fugiram.
Idéias tiraram férias.
Mas sei que a razão da escrita (para você) nunca deixou de existir.
É por você que próximos textos virão a todo vapor.
Qualquer lacuna no dia, caderno e caneta na mão.
Quem sabe um dia você leia e perceba sem dicas alheias que todo texto bem resolvido aqui tem um único destino: o seu mais inocente e belo interesse.

Faça suas visitas, mas não esqueça em enxergar com o coração baby!

3 comentários:

  1. Muito interessante este lugar.
    Me senti adicionado a algo maior.
    Gosto muito de azul, gosto mesmo.
    Pretendo voltar.
    Fica aqui um convite, venha me ver.

    ResponderExcluir
  2. Há, olha o Brigo intercambiando nos brogs!!!

    Incrivel como quando tentamos a sinceridade e as palavras nos fogem. Elas que estavam ali, ecoando pra lá, atrapalhando a sequencia dos outros pessamentos.

    Espero que o cicho tão logo demonstre muitos mais interesse que ler o Brog!

    bejo

    ResponderExcluir
  3. Pois é Roger´s...ele até lê...apenas lê. Frase do Los Hermanos cai bem: "Aponta pra fé e rema"

    ResponderExcluir