Sinta-se em casa!

Entre e deixe a porta aberta.
Aguenta firme que vou ali pegar uma breja.

18 de nov de 2008

Vício.


Antes de tudo, fica registrado o meu obrigada (com direito a sorriso no rosto) para todos os queridos que escreveram sobre este humilde blog.

Parece piegas, mas sinto a mesma pressão quando um artista lança o segundo cd (não falarei vinil ou LP para não revelar minha nostalgia). Eles precisam superar as expectativas alheias e isso não é uma tarefa fácil.

Alface americana full time.
Suco Ades – sabor maracujá.
10 copinhos de água mineral.

Ah companheirinho, você não faz idéia como essa vida sadia me dá náuseas. Tanto é que em um ato de rebeldia, devorei um ovo mexido, recheado com queijo e presunto sem dó e sem piedade. Para quem tem meta em perder no mínimo 10 k. a paciência é uma virtude. Não dou três dias para dar um basta nessa vida chata e afogar minha agonia em um copo de 600 ml de Coca-Cola acompanhado de um X-Bacon. Uma fossa dessas, eu adoraria. Adíos Chá Branco!

Esse foi o dia 18 e que vejo começar dia 19 de novembro.

Engraçado notar a luz do sol atrás da persiana.

Adoro o amanhecer, mas não suporto acordar cedo.

Sou da noite, da luz única da tela do monitor.

Eu sou café gelado,
leite desnatado,
meia furada,
blusa do avesso,
toalha nova,
lente de contato rasgada,
filme dublado,
unha encravada,
relógio quebrado,
ônibus lotado,
sapato furado,
óculos riscado,
rodízio de carro,
espinha inflamada,
gordura localizada
e por fim, sou feliz!

Baby, a euforia passa e o que fica, nós sabemos muito bem!