Sinta-se em casa!

Entre e deixe a porta aberta.
Aguenta firme que vou ali pegar uma breja.

7 de jan de 2009

Botox na alma.


Tem certas coisas que são um F5 na realidade.
Hoje estava fuçando em alguns sites qual é meu ascendente.
Estive em uma situação tenebrosa. Ao clicar no Box que possuem os anos de nascimento, ao escolher, notei que até anos atrás, era bem rápido achar a década de 80. Hoje, a setinha demora a chegar lá. Minha nossa...o tempo está voando, deixando rugas, amnésias e desespero.

Pior que isso é ser chamada de “tia”. Isso é igual às atrizes que começam como protagonistas de Malhação, na novela seguinte já tem marido e nas novelas seguintes em menos de 5 anos já são mães e logo avós.

O Tempo joga na cara (através das rugas que nem o botox apaga ou ameniza) essa parte chata da vaidade.

Já houve o tempo em comprar anti-acne. Agora são os anti-rugas que dão piscadelas para mim nas prateleiras das melhores perfumarias.

Já sou ranzinza, rabugenta, neurótica e metódica. Uma virginiana com ascendente em Capricórnio não poderia ser mais envelhecedor.

3 comentários:

  1. "Tem certas coisas que são um F5 na realidade."
    Sensacional! E muito verdadeiro.

    Também já divaguei sobre o assunto um tempo atrás:

    http://castor-ensimesmando.blogspot.com/2007/07/confete-do-it-confetti-sm-pedacinho.html

    Fazer o que, se velhice é um mal necessário?

    No mais, por falta de coisa melhor, ficam cordiais saudações!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Para Castor: sempre amável e incrível. Tinha que ser loiro (huahauahua). Já sei quem és tu.

    Mari...vc diz a frase para mim ou para Castor?

    ResponderExcluir