Sinta-se em casa!

Entre e deixe a porta aberta.
Aguenta firme que vou ali pegar uma breja.

13 de abr de 2009

Páscoa.

Era pra ser apenas um dia de visita.
Apenas quinta-feira.
Acabou no domingo.
Dias longe de casa.
Cercada de muitas cores, pessoas, risadas, música, fotos, bebidas e dele.

Nunca houve um início assim. Dias seguidos. Saiu do "mais do mesmo" e do "lugar comum".

E conseguiu sem esforço algum ser diferente todos os dias.

Arrancou risadas e confissões.
Entregou a caixa de bombons na frente dos amigos e lançou a frase que quebrou o romantismo:

"Pra você [pausa - nesse momento esqueci como era bom receber chocolate na Páscoa] - prosseguiu: Mas vc pode abrir e dividir comigo e com eles?"

Rachei o bico. Tem a doçura e o encanto na dose certa. Isso misturado com bom humor, acidez e sangue da Fiel Torcida resulta energia positiva. E olha que sou Lusa.

Obrigada por carregar a sacola plástica furada e tirar o tédio dos meus dias.

Quem sabe um dia vc dá um passeio aqui e leia.

Enquanto isso, nesse momento (5:35 am) penso no próximo SMS pra vc.

Beijos baby!

4 comentários: