Sinta-se em casa!

Entre e deixe a porta aberta.
Aguenta firme que vou ali pegar uma breja.

14 de jan de 2009

Piegas mas sincero.


Trechos específicos de uma música que tocou nas rádios na década de 90 procê:


"Sinto sua falta

Não posso esperar

Tanto tempo assim

O nosso amor é novo

É o velho amor ainda e sempre...


Não diga que não vem me ver

...


Que culpa a gente tem

De ser feliz

...

O mundo bem diante do nariz

Feliz aqui e não além...


...


Me sinto só


...


A minha casa sem você é triste

...


O mundo bem diante do nariz

Feliz agora e não depois..."
Por oras Samuel Rosa traduz o que penso e sinto...mas em certos momentos...nem tanto!
.................................................................................................................................................................




Tipo a brincadeira tá quente, tá morno e tá frio.

Agora está mais quente ainda. Logo estará frio.
A viagem que ela tanto quer está logo ali. Se piscar passa como um furacão prefiro então não dormir para dar idéia que está mais devagar.
Já escrevi para ela tantas vezes, seja por e-mail, sms, MSN, scraps ou cartões.
Mas dessa vez a escrita toma outro caminho.
Daqueles que só quem ama consegue traduzir.
Um amor verdadeiro, um amor sem cobranças, um amor com puro respeito e harmonia.
Lágrimas são inevitáveis. Não dá para conter.
Quando coisa vivemos juntas ou imaginamos viver pensando em dias melhores¿
Por você abro mão dos sonhos, de atos, das palavras ou em admitir que Adam Richard Sandler, ou simplesmente Adam Sandler em 50 First Dates merecia o Oscar por sua atuação esplêndida.
Ou que Friends seja algo legal mesmo e um box seja interessante.
Talvez eu admita em que ter um vizinho com um “quê” de voyer não seja tão divertido o quanto eu acho.
Que JAMIE OLIVER seja melhor que Olivier Anquier.
Que salpicão de frango com pão francês e manteiga seja algo incomum.
Que Cocoricó seja o melhor programa de televisão já feito.
Que dormir sem meias realmente seja mais agradável.
Que uma amiga sua não seja tão chata só porque eu não admita que ela namore com o bonito.
Que bonecos feitos apenas com durex, fita típica de embalagens para presente + canudinhos coloridos sejam fantásticos e incríveis.


O bom em relembrar as coisas é aprender com elas que a vida é feita de muitas missões.
Cumprimos muitas. Mas outras estão por vir.

Fico aqui no Brasil (enquanto Israel seja apenas um sonho distante) plantando sementes boas para as nossas lindas missões.

P.S.: O livrinho verde (Sinal Verde ...acho) muda muita coisa a cada página lida assim como você em minha vida.
"Ter um amigo não é coisa de que todos podem gabar-se."
Antoine de Saint-Exupéry
"O amor é o único que cresce quando se reparte."
Antoine de Saint-Exupéry

Respostas


Mari, no momento sem textos sobre flertes. Aqui no meu mundinho pseudo-Israel as coisas estão caóticas demais para flertes.

Castor: -28.154752, -48.659059 é um belo número para tatuar. Se possível (ainda não aprendi a pesquisar no site, sim, sou lerda) tem como pegar essa referência de Tel Aviv?

Karolzitaz: seria muito hype você usar uma Melissa Hello em seu casamento. Até um All Star seria muito indie. Você foi à Galeria Melissa? Na Armazem também vende algumas.

Nina: a indicação para concorrer ao prêmio me encanta. Obrigada mesmo. E que vença o melhor.

Rogério: não abandone seus sonhos. Tem dias em que jogar tudo para o alto parece ser a melhor solução. Mas pense e reveja tudo aquilo que construiu. Com certeza vale a pena tentar e dar a chance da TV te ter pertinho. E nós também. Obrigada pelo livro. Livros e DVD´S quando ganho, sempre são os que mais quero.


Bruna: Melissas são temas de boas discussões. Entre a futilidade e utilidade....hauhaa (nossa piada interna). Fiquei feliz que tenha feito um passeio aqui. E sobre a visita? Será feita. Mas saiba que o bem maior já existe: você mora em meu coração. Já foi hóspede, hoje és moradora das antigas. Daquelas que senta na ponta da mesa e tem poltrona com chinelinho.

Fezita: as novidades estão cada dia melhores. Parabéns pelas conquistas. Não se vive um mundo real sem idealizar sonhos. E estes, vc realiza a cada dia. E bom demais dividir esses momentos com usted.

Danilo: Parabéns pelo belíssimo trabalho audiovisual. Um portfólio recheado de excelentes projetos. Um pequeno menino com alma de gente grande. Um talento que me orgulha como pseudo mãe. Sim, comemos lichias, devoradores de mistos na Uni-Due e frequentadores de bancas de jornais. Amamos a Avenina Paulista! Saudades docê.
Carina: as tardes no divã na Psycoterapeuta Nina Medina tem feito um bem mais maluco à mim do que a paciente (creio eu). Fazer perfis fakes das pessoas proporciona boas risadas não? O problema é correr o risco em revelar as bobeiras para tais.
Má Tanus: não sabia que era contagioso ser desastrada. Vc me paga pequena! E volta logo pra Sampa. Precisamos ir ao mercado dos gaúchos com o Aleks.
Elaine Melo: cadê seus textos? Hunf. Fez meu ingresso e cá abandonou. Monstra!


Mãe!

Sei que até o dia em que você ler meu blog levará um bom tempo.
Saiba que hoje não tive um sonho bom. E dessa vez você não me ligou como de costume quando isso ocorre (ela sempre me liga quando stou triste. Sente de longe).
Acordei assustada mas lembrei do que a senhora sempre fala: "Nunca acontecerá com o protagonista do sonho, fique tranquila".
Talvez tenha dado um leve sorriso ao lembrar disso mas logo em seguida devo ter lançado um olhar perdido para a janela e fiquei a imaginar que sinal foi esse que o sonho mostrou.
Não quero ler o livro dos sonhos.
Deixa estar.
Confio no tempo.
Permaneço em alerta.


Um amor que ultrapassa os limites de qualquer barreira.