Sinta-se em casa!

Entre e deixe a porta aberta.
Aguenta firme que vou ali pegar uma breja.

15 de jul de 2009

Temos o que merecemos.

Amizade é dividir sorrisos, angústias, conhecimento, ombro, bronca, fone de ouvido, chiclete, escova de cabelo, guarda-chuva, chinelo (sim, apesar de odiar pés e chinelos), dinheiro, arroto, pum, roupa, família, sorvete, cadeira, amigos do amigo, batata frita, cerveja, cd, dvd, livro, isqueiro, cigarro, esmalte, filho (viva o batizado), sapato, fofoca, piada, scrap, e-mail, choro, carro, bicicleta, bebedeiras, confusões, remédio, band-aid, Atroveram, Listerine, pasta de dente...

Só não vale dividir marido, pq até vaso sanitário dá para dividir na correria.

E de amigos tô feita na vida.

Um recado em especial para alguns que nesses últimos dias me deram o carinho em superdoses: Fezinha (pq ela me dá felicidade), Mari (lá da Irlanda manda e-mails mega ultra especiais), Carolzinha (por me aturar e salvar dos apuros e fazer com que as lamparinas do meu juízo não se apaguem), Marizinha (por me alimentar com comidas naturais e café-da-manhã decente), pro Roger (ácido e recheado de Ana Maria Bolinho de Baunilha), Rogerim (por seu carinho expresso em palavras fofas nos bilhetinhos), pra Carina (que mostra o lado doce que devemos ter), Cautóviski (que me faz rir e dividir as notícias recentes), pro Saulinho (o menino mais encantador que conheci nesses 26 anos, com mania de organização, ouvir música...) e para Henrique, que tem mostrado uma paciência necessária para acompanhar minhas teimosias, manias e melancolias.

Eu sou um porre. Mas ainda há quem goste um pouco. Fica aqui meu obrigada.

Dose em doses.

Seguindo a mesma linhas dos recentes posts, recomendações continuam:

Já ouvia todo dia e agora, após um dos compositores explicar a música frase a frase (o que fez amar ainda mais a letra) recomendo ouvir.

Canção: "Trajetória"

Eu prefiro a versão com a maravilhosa Fabiana Cozza (Youtube) mas a gravada por Maria Rita também é bem bonita.

Fica aqui:

"Porque é que tem que ser assim
Ninguém jamais pôde mudar
Recebe menos quem mais tem pra dar"