Sinta-se em casa!

Entre e deixe a porta aberta.
Aguenta firme que vou ali pegar uma breja.

27 de dez de 2009

Dona Canô

Dona Canô e suas lições de vida: 3 palavras de ordem:

"Amor, festa e devoção"

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=LbSC9yOqcaA


P.S.: Família bonita e encantadora.

Poder da caneta.

Paulo César Pinheiro. Já escrevi sobre ele. E quando ouvi a canção dele no novo cd da Maria Bathânia...estava ali o homem que encantou a mulher que tanto admiro: Clara Nunes.


Composição: Dori Caymmi e Paulinho Pinheiro


Quando o amor se hospedou
Todo o mal se desfêz
Toda dor teve fim
Pois quem cuida de mim
É o amor outra vez

É o amor que dá vida ao meu peito
Prá eu jamais ver o tempo passar
É o amor que dá paz ao meu leito
E me ensina a sonhar
Só o amor faz um bem tão bem feito
Que o destino não vai desmanchar

Só uma coisa no amor não tem jeito
É ter medo de amor
Mas agora que eu sei
Todo o bem que me fez
Vou seguir sua lei
No meu peito meu rei
É o amor outra vez

É o amor"

Somar...

ESSA MÚSICA TEM TUDO A VER COM O POST "DEVANEIOS".

Canção de Arnaldo Antunes.

Nome: 2 perdidos

"Quando eu quis você
Você não me quis
Quando eu fui feliz
Você foi ruim
Quando foi afim
Não soube se dar
Eu estava lá mas você não viu
Tá fazendo frio nesse lugar
Onde eu já não caibo mais
Onde eu já não caibo em mim

Quando eu quis você
Você desprezou
Quando se acabou
Quis voltar atrás
Quando eu fui falar
Minha voz falhou
Tudo se apagou você não me viu
Tá fazendo frio nesse lugar
Onde eu já não caibo mais
Onde eu já não caibo em mim

Mas se eu já me perdi
Como vou me perder
Se eu já me perdi
Quando perdi você"

Opção A

Que maravilha.
Já dediquei parte desta canção para 2 grandes pessoas. Dessa vez...de forma completa...apenas dedico ao blog (para quem gosta de Chico Buarque tão quanto eu)

:)

Canção: Todo sentimento

"Preciso não dormir
Até se consumar
O tempo da gente.
Preciso conduzir
Um tempo de te amar,
Te amando devagar e urgentemente.

Pretendo descobrir
No último momento
Um tempo que refaz o que desfez,
Que recolhe todo sentimento
E bota no corpo uma outra vez.

Prometo te querer
Até o amor cair
Doente, doente...
Prefiro, então, partir
A tempo de poder
A gente se desvencilhar da gente.

Depois de te perder,
Te encontro, com certeza,
Talvez num tempo da delicadeza,
Onde não diremos nada;
Nada aconteceu.
Apenas seguirei
Como encantado ao lado teu."

Aniversário.

Hoje, dia 27 de dezembro...é aniversário de uma das pessoas que mais amo e a única que eu olho e penso: "Quero ser 2% guerreira como ela é, já tyá bão d+"

Minha avó Cida Proni.

A melhor chef de cozinha, o melhor colo, o melhor abraço, os melhores conselhos, as broncas mais doídas, a mais religiosa, a mais andarilha e dos cabelos bonitos.

Ela não lê meu blog pois está sempre ocupada.
Mas fica aqui meu afago.