Sinta-se em casa!

Entre e deixe a porta aberta.
Aguenta firme que vou ali pegar uma breja.

22 de jan de 2010

Caminhadas.

Fazendo caminhos novos.
Mudando o lado da calçada.
Usando cabelo do lado contrário.
Reclamando menos.
Acreditando mais.
Refazendo laços.
Buscando mais fé.
Compreendendo sem julgar.
Querendo distância da tão sonhada perfeição.
Inovando os cuidados.
Buscando inspiração.
Protegendo quem merece.
Cuidando de quem adoece.
Ligando pra manter a presença.
Temendo por achar que sou chiclete.
Abrindo mão de grandes responsabilidades.
Gostando de quem gosta de mim.
Percebendo deslizes em tempo.
Cometendo erros novos.
Evitando os erros antigos.
Distante em ser modelo de conduta.
Mantendo a postura.
É assim que o esforço vem acontecendo.
Não é como respirar. Mas não é artificial. É só uma maneira de ser melhor. Para mim, para nós.
Agradeço por permitir essas mudanças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário