Sinta-se em casa!

Entre e deixe a porta aberta.
Aguenta firme que vou ali pegar uma breja.

14 de jan de 2010

De repente...

Do conto "Minha vidinha demodé" para fora da janela:

"De repente um ato faz você ver e rever a cena de forma diferente.
Não dá pra voltar no tempo mas dá pra resgatá-lo através de pequenas e foscas lembranças.
E fazendo isso, um suspiro, uma satisfação e uma alegria ficam todos misturados.
É tão bom lembrar das coisas boas. Daquelas que todo mundo sabe, sente, gosta e aprecia. Mas cada um tem o seu gostar.


E as melhores lembranças tem ocorrido rever momentos recentes.

Uma vontade absurda em querer dividir com amigos, com o filho felino e com quem gostar de mim."

Só digo e registro aqui também: obrigada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário