Sinta-se em casa!

Entre e deixe a porta aberta.
Aguenta firme que vou ali pegar uma breja.

24 de ago de 2010

Toda loucura para curar seja lá o que for.

A mistura que dá liga ao amor é aquela que nem a Palmirinha saberia ensinar. Só vivendo para saber onde estão as doses exageradas de sal, o acúmulo do óleo, o açúcar que faltou, o fermento que não fez crescer ou cresceu demais. Pitadas de loucura sempre caem muito bem na minha comida favorita. Um limãozinho então...hum...

E para brindar os 28 anos nada melhor que entender que o tempo dá espaço para a alegria, a satisfação, as boas recordações e principalmente: a proteção do marido, pais, mães, irmãos, tios, tias, primos, primas e os amigos mais chegados. Desses que Jovelina cantava com gosto.

E com a proteção dos nossos senhores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário